SECURITY CONSULTANT COMMENTATOR FOR ENGLISH & SPANISH MEDIA MARKETS

CESAR PAZ

CORAL GABLES, FL

 

PHONE  \  305.999.7739
EMAIL    \  info@cesarpaz.net

Missão e Filosofia de Trabalho


Missão
Prover serviços de consultoria fiáveis e precisos para empresas, indivíduos e policiais estrangeiros.


Filosofia de Trabalho
Nossa firma de consultoria se concentra estritamente nos requisitos, necessidades e objetivos dos nossos clientes.  Nossa filosofia e’ baseada nos seguintes princípios.


Equipe
Nossa rede de associados e’ formada de indivíduos altamente qualificados e treinados que trabalharam anteriormente como agentes especiais do FBI e outras agencias governamentais.  Como consultores ou investigadores eles se mantem a par de todas as mudanças nas leis, táticas e mudanças nas áreas de policiamento e segurança.


Transparência
O nosso estilo de trabalho e’ transparente, mantemos nossos clientes completamente informados durante todo processo de consulta. Nossos clientes tem uma compreensão completa do processo antes que qualquer compromisso se efetue.   Nosso objetivo e’ desenvolver um excelente relacionamento com clientes que desejam nossa ajuda em atingir seus objetivos. 


Confiança
Nós cumprimos ou vamos além das promessas feitas e objetivos estabelecidos, se isso não fosse possível, não nos comprometeríamos.  Cumprir nossas promessas não e’ algo que nós temos que pensar  a respeito,  e’ uma reação automática.


Lealdade
Lealdade e’ a fundação da nossa empresa.

Experiência Pessoal e Profissional 


Federal Bureau of Investigation (FBI) Agente Especial / Secreto  (Aposentado)

+ Ex Agente de Fronteira / U.S. Immigration and Naturalization


+ Consultoria / Treinamento / Palestras e Depoimento de Perito / Resgate de Reféns


+ Comentarista para Mídia em Inglês e Espanhol





César Paz, nascido no Equador, e’ formado pela Universidade de Utah, Serviço de Imigração dos Estados Unidos (USINS), Academia de Patrulha de Fronteiras (USBP), e a Academia do Departamento Federal de Investigação (FBI).   Deu varias palestras para grupos religiosos, universitários, Embaixadores Americanos, assim como membros do governo e diplomatas.


Missões especiais como instrutor do FBI o levaram para vários lugares do mundo a fim de treinar policiais nesses lugares.  Participou em operações internacionais e julgamentos jurídicos em casos de trafico de drogas, lavagem de dinheiro, sequestro e terrorismo. 


Suas inúmeras experiências durante 22 anos incluem trabalhos de infiltração em organizações criminosas e terroristas como agente secreto, investigações de explosões de voos comerciais no exterior, combate ao narco-terrorismo na América do Sul, Canada e Caribe e missões contra o terrorismo no Oriente Médio. 


Consultoria \ Treinamento \ Palestras \ 

Depoimento de Perito \ Resgate de Reféns Comentarista para Mídia em Inglês e Espanhol

Nascido

Em Guayaquil, Equador.


Serviços Sociais e Religiosos

+ 1980  Fez treinamento do Centro de Missionários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em São Paulo – Brasil.

+ 1980 - 1982 Serviu como missionário de tempo integral sem remuneração monetária da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias em Quito – Equador.


Educação

+ 1979  Colegial em Guayaquil, Equador -  Escola La Salle.

+ 1986  Universidade de Utah: Literatura Sul Americana e Sociologia.

+ 1987  Formatura da Academia do Departamento de Imigração (UNINS) - Departamento de Patrulhamento de Fronteira (USBP) em Brunswick, Georgia.

+ 1989  Formatura da Academia do Departamento de Investigação Federal (FBI) em Quantico, Virginia.

Fluente em Espanhol Castelhano, com as pontuações mais altas em testes linguísticos do FBI.


Experiência Profissional

Julho de 1987 a Janeiro de 1989 – Ao terminar o treinamento de se formar na Academia de USBP em Georgia, foi transferido para El Paso, Texas como Agente de Fronteira. 


Além das responsabilidades normais como agente de fronteira também participou como agente secreto  principal em uma missão de longo prazo e  grande importância na área de contrabando entre EUA e México.  O resultado dessa investigação foi o desmantelamento de uma estrutura criminosa de milhões de dólares que fazia contrabando de pessoas ilegais do Brasil para os Estados Unidos através do México.

Janeiro 1989 a Dezembro de 2009 – Recebeu um convite para entrar na Academia de treinamento do FBI onde graduou como Agente Especial no fim de Abril de 1989.


Em 1989 for designado a trabalhar na Divisão de Albuquerque onde algumas de suas responsabilidades incluíram investigações de assaltos a bancos, sequestros, reservas indígenas, fugitivos da lei, escravos brancos e sequestros de crianças (sem exigência de resgate em dinheiro).

Em 1991 for designado a trabalhar na Divisão de San Juan.   Sua responsabilidade nessa área incluiu investigações de violações em casos de fugitivos e assalto a bancos, e também investigação de antecedentes de candidatos a posições Presidenciais nas Ilhas Virgens e Estados Unidos.  Participou em investigações de terrorismo nacional com principal objetivo de capturar os membros do escalão superior da quadrilha clandestina “Los Macheteros”.


Transferido para a Divisão de Miami em 1992.  Nessa área trabalhou em investigações de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, terrorismo interno e internacional, trafico de escravos brancos/ Mann Act.


Participou da investigação do assassinato do soldado Americano Zak Hernandez o qual foi brutalmente assassinado como vingança a visita do Presidente George W. Bush ao Panamá, após a “Operação Causa Justa”.  Em 1997 coordenou o processo de entrevistas com as três testemunhas oculares do assassinato durante o julgamento na Republica do Panamá a favor dos Estados Unidos.  Coordenou e colocou em efeito o plano de proteção e segurança para as testemunhas e 21 familiares durante e depois o julgamento.  Agiu em conjunto com o Exército Americano e membros da equipe de inteligência para coordenar um plano de retirada imediata das testemunhas e familiares em caso de alguma ação de vingança da parte dos terroristas. 


Investigou a explosão da aeronave do Panamenho  Alas Chiricanas, na qual 21 pessoas morreram incluindo cidadãos Americanos. 

Em Maio de 1998 for designado a tropa de frente do FBI em Areas de Tráfico Intenso de Drogas (HIDTA).


Iniciou a investigação de grupos criminosos com base em Miami que entraram nos Estados Unidos durante o “Mariel Boatlift”, grupos estes que eram compostos de criminosos originários da América do Sul e Central.   Os membros desses grupos utilizavam equipamento da própria policia e estiveram ativos de 1984 a 1999.  Esses grupos foram responsáveis por vários assaltos a mão armada, assassinatos, invasão de domicilio, tráfico de drogas, sequestros, lavagem de dinheiro, tortura, e um atentado de bomba na Agência DEA.  Esse grupo foi desmantelado em 1999.  Mais de 40 presos, 35 foram julgados e condenados com sentenças de 5 a 36 anos de prisão. 


Paz foi um dos agentes envolvidos na investigação contra os Carteis de Cali e da Costa Norte, os quais faziam tráfico de drogas por meios marítimos e consequentemente distribuição das mesmas e lavagem de dinheiro.  Como resultado direto de seu empenho e trabalho foram apreendidos vários carregamentos com toneladas de cocaína, dezenas de criminosos foram presos, julgados e sentenciados e várias embarcações confiscadas.  Demostrou uma liderança exemplar e grande habilidade de coordenação quando 2,200 kg de cocaína foram carregados e transportados das Ilhas Virgens para Miami através da aeronave Hercules C-130 depois de confiscados do barco do Cartel na região norte enquanto um furacão atacava as ilhas.


As investigações constantes causaram a interrupção de varias operações de contrabando de grupos Colombianos envolvidos em narco-terrorismo, Cartel de drogas na costa Norte e Cali.  Como resultado dessas interrupções 23 membros foram assassinados pelo Cartel da Região Norte e Cali. 


Criou fontes nacionais e extraterritoriais.  E de uma forma criativa e extremamente efetiva e arriscada, mas bem calculada. Conseguiu recrutar duas fontes do alto escalão Colombiano que eram de muita confiança do Cartel da Região Norte.  Demonstrou muita sabedoria e apoio humanitário durante o resgate de uma das fontes extraterritoriais que foi baleada no peito como vingança do Cartel pela apreensão de dois carregamentos (5.000 kg) de cocaína.  Conduziu e apoiou o processo para que a fonte se reestabelecesse no Cartel e o mesmo continuou participando do grupo como fonte por vários anos.


O sucesso das investigações internacionais foi demonstrado através de repetidas missões nas Américas do Sul, Norte e Central, Caribe e Oriente Médio, como apoio as investigações internacionais do FBI.


Missões Especiais

Nos Estados Unidos Paz participou de varias missões secretas, curtas e longas, em relação a crimes contra propriedade, lavagem de dinheiro, drogas, extorsão, tráfico  de escravos brancos/ Mann Act e casos de terrorismo.


De março a abril de 2001 junto a outros membros da equipe de inteligência, foi enviado a América do Sul para participar em uma investigação onde interesses dos Estados Unidos foram alvos de terrorismo no Equador, Paraguai e Uruguai.


Foi designado a trabalhar na força contra terrorismo (JTTF) de novembro de 2002 a dezembro de 2008. Investigou o atentado de assassinato contra Fidel Castro em novembro de 2000 na Republica do Panamá. 


Demostrou um grande  espírito de liderança por longos períodos enquanto trabalhou como Agente Especial Supervisor (A/SSA) dos esquadrões antiterrorismo domésticos (DT) direcionando as atividades dos Agentes Especiais (SA) oficiais de comando (Task Force Officers/ TFO) Especialistas de Investigação de Inteligência (IRS) e Gerentes de Assistência de Informações (IMA).


Em 2004 foi enviado ao Iraque como parte da equipe de “Operação de liberdade do Iraque” e “Operação Mantendo a Liberdade”.  Serviu como instrutor geral de policiamento (GPI) no Iraque Theater of Operations (ITO)  dando cursos de inteligência criminal.


Em 2005 foi enviado ao ITO para participar em investigações extensivas que envolviam cidadãos Americanos tomados como reféns e combate ao terrorismo (CT) e combate a furto de inteligência (CI), investigações essas que foram iniciadas pela sede do FBI e agentes nos Estados Unidos.  Durante essa missão foi selecionado a dedo para participar de 5 missões de alta sensibilidade no Iraque em apoio a uma operação de grande significado militar.


Como agente do FBI e instrutor, Paz dirigiu-se a vários grupos publicamente desde escolas, igrejas, estudantes universitários até professores e diplomatas estrangeiros.  Treinou centenas de policiais nos Estados Unidos e no exterior, e alguns desses treinamentos foram executados em circunstancias não favoráveis. 



Treinamentos Especializados, Certificações e Prêmios

DOJ, FBI ITSP/ITSMV Certificado, Quantico, VA, 1990.

> DOJ, FBI  Group I Certificado de Operações Secretas, Quantico, VA, 1993.

> DOJ, FBI Certificado de Operações Secretas, Fevereiro de 1993.

> FBI Director Louis Freeh, Prêmio de Dez Anos de Serviço e Chave, Janeiro de 1999.

> FBI Miami Special Agent in Charge (SAC) Hector Pesquera, Carta de Louvor por Trabalho Exemplar, Janeiro de 1999.

> Florida National Guard, Certificado  Multi Regional Contra Drogas, Mobile, AL Maio de 1999.

> Office of National Drug Control Policy (ONDCP), HIDTA, Certificado de Interdição de Drogas, Maio de 1999.

> FBI Director Louis Freeh, Certificado de Realização,  Em ligação a “Operation Caribbean Passage”, “Caracol Organization”, North Coast Cartel, Setembro de 2000.

> U.S. Ambassador Gwen C. Clare, Carta de Louvor, para a participação na investigação de rapto de cinco (5) dos cidadãos americanos no Equador, 2001.

> South Florida HIDTA Prêmio de Serviço apresentado pelo Diretor Timothy D. Wagner, e U.S. Attorney’s Office, Deputy Chief Narcotics Section, Kenneth A. Blanco, Novembro de 2002.

> DOJ, FBI, Certificação como Instrutor de Policiamento Geral, Setembro de 2002.

> FBI Director Robert Mueller, Certificado de Menção Honrosa de participação na “Operation High Roller”, Setembro de 2002.

> FBI, SAC Andrew R. Bland, III, Divisão de Formação e Desenvolvimento, Carta de Louvor, Janeiro de 2005.

> Medical College of Georgia, Centro de Medicina Operacional, Certificação em Tácticas Policiais para Salvamento, Outubro de 2005.

> FBI On-Scene-Commander, James H. Robertson, Certificado e Carta de Elogio pela participação na guerra global contra o Terrorismo, Baghdad, Iraq, Janeiro de 2006.

> FBI Miami SAC Jonathan Solomon, Carta de Elogio por um excelente serviço, Janeiro de 2009.

> FBI Director Robert Mueller, Prêmio de Vinte Anos de Serviço e Chave, Janeiro de 2009.

> United States Attorney, Southern District of Florida, 2011 Prêmio Funcionário do Ano.  Esse prêmio foi recebido depois de aposentado, como resultado de umainvestigação de sucesso na área de terrorismo domestico. 


Serviços


Nossa firma de consultoria consiste de um grupo de profissionais que estão intimamente entrosados em varias áreas de policiamento, segurança e inteligência. 


Nossa equipe consta de agentes aposentados e extremamente qualificados do FBI e  outras agencias governamentais, com mais de 20 anos de carreira.


Suas missões internas e internacionais, devido a condições precárias e desafiadoras, os ofereceram um treinamento que muito poucos têm a oportunidade de obter.


Garantimos um treinamento que ira’ suprir suas necessidades pessoais ou de empresa e alcançar seus objetivos.  Antes que você tome qualquer decisão nós apresentamos uma proposta com detalhes do treinamento e/ou serviços com o valor a ser pago para que não haja duvidas e o resultado seja exatamente o esperado.


Disponíveis nas áreas abaixo:


  • Serviço de proteção Presidencial e proteção de procissão de automóveis.
  • Sobrevivência, evasão, resistência e fuga.
  • Recuperação de dados eletrônicos e imagem de arquivos de computador.
  • Exame de documentos.
  • Recuperação de Fugitivos.
  • Investigação de assalto a banco.
  • Negociação de refém. 
  • Escravidão branca/ Tráfico de seres humanos.
  • Sequestro com pedido de resgate.
  • Tráfico de drogas nacional ou internacional/ lavagem de dinheiro
  • Apoio de serviço secreto.
  • Operações marítimas  de contrabando de drogas. 
  • Entrevista e interrogatório.
  • Análise de exames Polígrafos 
  • Terrorismo, grupos radicais, gangs, crime organizado.